Projeto Animalis

Projeto Animalis

Ao completar 15 anos, diante da crescente quantidade de espécimes e número de indivíduos em plantações e áreas de preservação, projeto comprova acerto e qualidade do manejo.

28_animalis_1.jpg

Esse projeto já existe há mais de 15 anos, diante da crescente quantidade de espécimes e número de indivíduos em plantações e áreas de preservação, comprova acerto e qualidade do manejo

Ao todo, a Faber-Castell possui 9.600 hectares de florestas. Destes, 3.500 são de Reserva Legal e Preservação Permanente no município de Prata, em Minas Gerais. Nas áreas de plantação e matas nativas dos parques florestais já foram identificadas mais de 232 espécies de pássaros, 55 de mamíferos e 55 de répteis e anfíbios. Muitos dos quais, ameaçados de extinção, a exemplo do que ocorre com o lobo-guará, tamanduá bandeira e onça parda.

Estes são alguns dos resultados obtidos depois da implantação do Projeto Animalis, plano de monitoramento da fauna, que completou 15 anos em 2007. Seu objetivo é criar um ambiente propício à sobrevivência dos animais e fazer com que outras espécies de animais silvestres possam ter abrigo garantido nos parques da empresa quando fugirem de incêndios, caça predatória ou qualquer outro tipo de ameaça

30_animalis_new_01.jpg

Para definir novas ações, bem como comprovar sua eficiência, o trabalho do Projeto Animalis conta com comparações periódicas entre levantamentos faunísticos anteriores e atuais, de modo a verificar a evolução em quantidade e qualidade de vida das espécies. Além desta avaliação, são realizados estudos sobre os efeitos e impactos que a plantação de pinus exerce sobre a fauna. Felizmente, a diversidade está cada vez maior, fato que comprova que as plantações da Faber-Castell estão sendo manejadas corretamente.

Para garantir a sobrevivência de algumas espécies de animais em extinção também são desenvolvidas pesquisas sobre detalhes de seus hábitos alimentares. Isso para que se possam criar as melhores condições para sua preservação. Diversos outros estudos são realizados para avaliar a riqueza, abundância e diversidade dos insetos que têm uma importância fundamental para o equilíbrio dos vários ecossistemas do cerrado, já que muitos animais se alimentam desses insetos.

10_animalis_nova_01.jpg

A Faber-Castell estabelece uma relação de troca e respeito com a natureza, recebe todos os benefícios que o planeta oferece sem, no entanto, agredí-lo. Por isso, a empresa se vale de todos recursos tecnológicos disponíveis para assegurar, entre outras ações ecológicas, a sobrevivência dos diversos animais que vivem em seus parques.

Os principais beneficiados com este posicionamento adotado pela empresa são as crianças, para as quais a Faber-Castell desenvolve materiais específicos para escrita, desenho e pintura. Com essa posição pró-ativa diante do meio ambiente, a empresa tem certeza de que é o melhor exemplo de conduta e respeito. Agindo desta forma, afinal, todos poderão ver a natureza no futuro com todas as cores e pujança que podemos ver hoje. Até mesmo melhor no amanhã. Sem dúvida, esta é uma motivação para todos nós.

30_animalis_new_2.jpg

Flora, Solo e Água

Para atingir os objetivos pretendidos com seus programas de preservação, a Faber-Castell realiza o monitoramento da flora nativa, do solo e da água. Busca-se, além de preservar as espécies já existentes, aumentar a diversidade de outras espécies que possam chegar aos seus parques. Nesse sentido, entre 1999 e 2002, a Faber-Castell plantou mais de 40 mil mudas de plantas nativas, muitas delas frutíferas, que complementam a dieta de muitos animais.

Constantemente, estudos e avaliações realizadas pela Faber-Castell sobre ecossistemas apontam para novidades e informações. Uma delas, por exemplo, dá conta de que grande parte dos animais que habitam o cerrado vive nas matas ciliares, ou nas matas de galeria que se formam em áreas próximas aos rios. Esse dado é importante porque orienta as ações da empresa nos projetos específicos de preservação para estas áreas.

30_animalis_new_3.jpg

O Projeto Animalis têm apresentado excelentes resultados. E sempre traz boas notícias à empresa. Hoje em dia, é bastante comum andar pelos parques da Faber-Castell e encontrar ninhos de emas com ninhadas acima de 20 filhotes. A ema é um animal com risco de extinção no estado de Minas de Gerais. E sua procriação nos parques da empresa é importante sinal de que as suas plantações estão sendo manejadas de forma correta.

Curiosidade: Os machos da ema podem acasalar com mais de uma fêmea, que sempre depositam seus ovos no mesmo ninho. Foi o que provavelmente aconteceu com este ninho que continha 27 ovos, encontrado nos parques da Faber-Castell.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15